Voltar

VP Diagnóstico participa do Simpósio Brasileiro de Saúde de Longevidade Pet.

22/10/2019 - Notícias

Entre os dias 12 e 13 de outubro a VP Diagnóstico esteve presente no Simpósio Brasileiro de Saúde de Longevidade Pet, em São Paulo. Saiba mais como foi:

O Simpósio Brasileiro de Saúde de Longevidade Pet, considerado o maior em medicina veterinária preventiva no país,  aconteceu nos dias 12 e 13 de outubro. O evento teve o objetivo de transmitir conhecimento para a promoção da saúde, qualidade de vida e longevidade dos pets. Conversamos com a Dra. Diana Romão e a Dra. Larissa Bitencourt  que estiveram por lá, e nos contaram como foi o evento. 

 

 LOngevidade pet

 

VP - "Saúde e longevidade ou longevidade da saúde?" Esse foi o tema da palestra de abertura do Simpósio de Saúde e Longevidade Pet. Como a Medicina Veterinária tem evoluído nessa temática?

Dra Diana - A medicina de cães e gatos têm abordado cada vez mais, embora de forma ainda incipiente, a necessidade de uma medicina holística e preventiva para oferecer mais longevidade com qualidade de vida aos nossos pacientes! É um trabalho de formiguinha, onde usamos inicialmente as palavras para desconstruir e construir idéias até conseguirmos mudar uma cultura!

Dra Larissa - Estamos em um período de transição intensa na medicina veterinária, com relação aos diagnósticos e tratamentos. Mas o que eu (Larissa) vejo de mais relevante e impactante em toda essa transição é como a abordagem de nós veterinários tem mudando dentro do consultório. Vejo que muitos colegas já estão com a mente aberta para ouvir os tutores contarem suas histórias e então entender melhor todo o contexto do “problema”. E na grande maioria vemos que não há alopatia que trate o “problema” e sim toda um mudança de hábitos do tutor e seu animal de estimação. 
Mudanças essas que certamente levarão a saúde do animal e consequentemente a longevidade. Acredito que precisamos PRIMEIRO ter saúde para então ter longevidade. E por muitos anos na medicina veterinária as pessoas estavam buscando longevidade antes de primeiro procurar SAÚDE. 
E para ter SAÚDE, por incrível que parece, é simples. 
Então, acho que os colegas estão vendo que de fato que “menos é mais” e quanto menos você interferir no natural, MELHOR. 

 

VP - Congressos trazem muitas trocas e é uma  experiência intensa de conhecimento. Qual a maior contribuição desses eventos para o seu dia a dia? 

Dra Diana - O contato com profissionais de renome sempre acrescenta muito na nossa conduta! Além disso, por vezes ficamos cansados de "lutar contra a corrente" em um ambiente cheio de profissionais fechados para a utilização de uma abordagem integrativa! O contato com pessoas que trabalham na mesma linha que você e têm o mesmo sonho é revigorante e estimulante! Retorno à minha cidade muito motivada a difundir esse conhecimento!

Dra Larissa - Com certeza não foi uma palestra, uma frase ou um estudo científico. 
A maior contribuição desse evento para minha vida pessoal e profissional foi a comunhão com colegas. Foi poder ver que tem um grupo de pessoas maravilhosas empenhadas em mudar a medicina veterinária para MELHOR. 
Foi ver o tamanho do amor que nós temos com os animais e como nós precisamos melhorar como pessoas e como veterinários para poder integrar medicina e o respeito à natureza deles (animais de estimação). Não é tão simples quanto parece. Estamos em um eterno aprendizado. E esse simpósio foi muito rico de conhecimento e de sentimento. 

 

VP - Dentre os temas abordados no Simpósio, qual foi o mais relevante para a sua prática profissional? Por que? 

Dra Diana - Pouco conhecia sobre a utilização terapêutica da Cannabis sp. Com certeza, assim que possível, ela entrará nos meus protocolos dada a sua eficácia no controle da dor e comprometimento neurológico, pois tenho grande demanda nessa área! Além disso, minha consulta inicial será ainda mais demorada para abordar vários aspectos negligenciados, mas que fazem muita diferença na qualidade de vida do paciente!

Dra. Larissa - Eu mudei muito a minha rotina pessoal e profissional colocando em prática tudo que aprendi com o Durval, que falou sobre medicina tradicional chinesa. Além dele a palestra do Artur Vasconcelos foi um grande sacode para nós veterinários. E me esclareceu muitas questões sobre o que nossos animais REALMENTE precisam para viver BEM.
Para nosso conhecimento técnico a Flávia Uchoa deu um verdadeiro show de explicação sobre análises clínicas e interpretação de exames laboratoriais.
Como ter sucesso no tratamento se você não fizer o diagnóstico certo? Não é mesmo?

 

 Dra Diana Romão                                 Larissa

Diana Romão é Graduada em medicina veterinária desde 2007                         Larissa Bitencourt é formada pela UNIFESO em Medicina Veterinária

pela Universidade Estadual do Ceará (UECE). Mestrado em                               Atuante em Medicina Nutraceutica e Alimentação

Ciências Veterinárias  pela mesma instituição em 2009.                                     biologicamente apropriada para animais de companhia.

Pós-graduação em acupuntura. Pós-graduação em clínica e                              Professora e Palestrante de Nutrição Veterinária.

cirurgia de cães e gatos. Atuação em nutrição e medicina

nutracêutica de cães e gatos desde 2014.

 

Veja como foi o evento no registro realizado pela Pet Viva Mais e Vídeo Pet Viva Mais